DAR IMPORTÂNCIA AO QUE É IMPORTANTE E A SÍNDROME DO MIMIMI


Grande empresa produtora de alumínio em uma reunião com seu comitê de direção com o objetivo de deliberar sobre 2 projetos: co-geração de energia e benefícios aos funcionários. Pegaram a unha logo de cara o mais importante, o de maior impacto financeiro: a construção de uma pequena usina hidrelétrica.

Engalfinham-se numa longa e tediosa apresentação sobre os investimentos, os benefícios e os entraves (licenças ambientais, etc). Um power point exemplar.

A apresentação era bastante convincente e, em 10 minutos, o projeto foi aprovado por unanimidade. A proposta era muito sólida.

Partem para o segundo projeto: um bicicletário para os funcionários.

O Diretor de RH apresenta seu projeto, era seu grande momento frente aos acionistas: funcionários usam a bicicleta como meio de transporte e a proposta era construir um bicicletário para protege-las contra o sol e a chuva. Nem chegou a apresentar de power point. Todos rápidamente falam suas opiniões: tipo de telhado, calçamento (cimentado, pedrinhas, asfalto), segurança contra furtos.

Era claro que não havia consenso e julgaram por bem agendar uma nova reunião para que o projeto fosse melhor detalhado.

Resumo da reunião: de bicicleta e bicicletário todos entendem e opinam, já de co-geração de energia e investimento de alguns milhões de dólares….

Por Valmir Mondejar

Anúncios